Translate

sábado, 4 de junho de 2016

Carta de apoio dos guerrilheiros das FARC-EP

04.06.2016 | Fonte de informações: 

Pravda.ru

 


Camarada Timoleón Jiménez:

Recebam, você e os que o rodeiam, uma afetuosa, fraternal e revolucionária saudação, com a finalidade de desejar-lhes que se encontrem bem de saúde para que possam continuar cumprindo com os planos e as tarefas emanadas dos organismos superiores. Depois desta curta saudação, passo a contar-lhe o seguinte:
É muito satisfatório para mim e para todos os que integramos este movimento guerrilheiro estar a ponto de dar um passo transcendental na vida política da história da Colômbia.
Que não foi nem é fácil vocês, mais que ninguém, o sabem, porque temos que redobrar nossos esforços para poder produzir mudanças fundamentais e que as grandes maiorias estão à espera que isto suceda, porém para isto devemos nos preparar para poder dirigir este povo à satisfação de seus interesses.
Observando o momento político e a conjuntura favorável para nós pelo reconhecimento nacional e internacional, e que os partidos políticos estão desprestigiados por seus atos de corrupção, maus investimentos etc., sugiro que, para este novo passo que vamos dar, nosso partido adote a mesma sigla que nos caracterizou, porém que leve o seguinte nome: FARC-EP:
Frente Ampla para a Reconstrução da Colômbia Esperança de Paz, para que todos saibam de quem se trata.
Além disto, proponho criar um material de estudo, ou melhor, um chamado à reflexão sobre a transparência e a boa administração dos recursos, porque vamos estar no olho de todos os colombianos e dos meios de comunicação contrários a nossa política e não podemos dar a oportunidade para que nos desprestigiem.+
Também como projeto, penso que devemos recolher todas as pessoas que estão nas ruas e não têm asseguradas saúde, moradia, educação nem alimentação, e ademais estão metidas em algum vício, e criar um centro de reabilitação, capacitação e, se for possível, de produção agropecuária ou de outra índole com elas.
Sem mais,
Edilberto Castro, 55 Frente.
Maio de 2016.

- See more at: http://port.pravda.ru/news/busines/04-06-2016/41099-carta_farc-0/#sthash.zwWuEx1t.dpuf